O que faz do trânsito de São Paulo o pior do mundo?

É do conhecimento geral que o trânsito em São Paulo, a megacidade inebriante do sudeste do Brasil, é o pior não só do país como compete entre os piores do mundo! O noticiário da noite na cidade está sempre cheio de imagens das principais avenidas de São Paulo com suas correntes ininterruptas de vermelho e branco, carros indo e vindo a passo de caracol. No entanto, quando são publicados estudos que analisam as cidades do mundo com os piores níveis de tráfego, São Paulo não está em nenhum lugar para ser visto. Então, é assim tão mau?

A quantidade de veículos e o problema de tráfego da cidade faz com que ela também se torne a mais cara para se ter um automóvel. Os valores do Licenciamento SP 2020 e do IPVA, por exemplo, são as maiores taxas do país referindo-se ao mesmo veículo.

O congestionamento chega até mesmo a sair das ruas e parar no site do Detran São Paulo, que dificilmente funciona com prontidão e frequentemente deixa os motoristas na mão na hora de fazer uma consulta de Renavam ou emitir uma segunda via de boleto.

 

Quão congestionada é São Paulo?


Em fevereiro de 2017, A empresa de navegação TomTom divulgou um estudo deles medindo o congestionamento do tráfego em 390 cidades ao redor do mundo, classificando os locais pelo "nível de congestionamento", que é a porcentagem de aumento no tempo de viagem quando comparado com situações de livre fluxo, sem tráfego. São Paulo ficou em 71º lugar com 30%, a mesma porcentagem que Toronto, Munique, Barcelona e Liverpool.

Uma rápida olhada no top 10 mostra nomes como Cidade Do México, Jacarta e Pequim, que são todos comparáveis a São Paulo em termos de tamanho, mas têm níveis infinitamente piores de congestionamento. De fato, se você está procurando tráfego infernal no Brasil, vá para o Rio de Janeiro (8°) ou Salvador (28°).

Apesar de sua reputação negativa, São Paulo tem algumas grandes estradas que podem lidar com o tráfego pesado. Embora sejam muito difamadas pelos habitantes locais, as rodovias marginais Tietê e Pinheiros, que correm de ambos os lados dos rios de mesmo nome (Tietê ao norte, Pinheiros ao oeste), são maravilhas do planejamento urbano.

Embora a cidade tenha essas Rodovias, isso não quer dizer que São Paulo não tenha problemas de trânsito. Tente atravessar a cidade durante a hora de ponta da manhã ou da noite, e verá por si mesmo. Uma das razões para isso é o número insano de veículos a motor na cidade.

Estimativas conservadoras colocam o número total de Carros, Motos e caminhões na área em oito milhões. Se estivessem estacionados em fila, de pára-choques para pára-choques, mediriam mais do que a extensão das estradas da cidade.

Comentários

Postagens mais visitadas